TAG: Frases de Mãe [Original]

Venha conferir a TAG mais famosa do dia das Mães

Leia mais

Diário de um Cardiopata

Venha conferir alguns capítulos do meu primeiro livro.

Leia mais

Boas Compras

Compre livros e ajude o blog a crescer.

Leia mais

28 agosto 2015

Resenha #12: Todo dia

Que leitura é essa minha gente?

E aí meus baixinhos queridos! Tudo bem com vocês? Comigo tudo ótimo.
Vocês devem estar dando graças a Deus, pois estou trazendo mais uma resenha pra vocês nessa semana e eu fico muito feliz, pois esse é o meu quarto livro que eu termino nesse mês um não vem a ser um livro pois é ebook, mas o importante é que li. Como vocês viram aí no título, hoje eu vim resenhar o livro Todo dia do David Levithan, que já escutei muitos falarem tão bem, mas tão bem que não resisti. Vamos a resenha?

Todo dia
Autor: David Levithan
Edição: Econômica
Gênero: Romance
Págs: 280
Editora: Galera Record
Sinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.
Esse é o primeiro livro que leio do autor David Levithan e confesso pra vocês que era muito mais do que eu esperava, pois não curto muito o gênero e esse mudou totalmente as minhas expectativas! Nessa história somos apresentados a um mundo totalmente diferente, conhecemos várias facetes do ser humano e vemos de sua visão o amor escondido.


Em Todo dia: somos apresentados a um ser que ninguém sabe ao certo o que é e que sempre está trocando de corpo todo o dia, em uma de suas passagens acaba por entrar no corpo de Justin, um cara arrogante que não tá nem aí pra sua vida e que não gosta que lhe contradizem! Em seu corpo A "que é o modo que conhecemos esse ser" tenta viver aquele dia como se fosse outro qualquer, mas acaba encontrando Rhiannon que é uma bela garota e namorada do próprio Justin, que não vive feliz em seu relacionamento.
"O passado não me ofusca, nem o futuro me motiva.
Concentro-me no presente, porque é nele que estou destinado a viver."
A tenta manter a vida de Justin a mesma, mas ele vê que tudo aquilo era muito sofrimento e resolve fazer aquele dia de Rhiannon o melhor de todos, mas aquilo não li tranquilizou, pois quando ele troca de corpo resolve conferir com seus próprios olhos se algo mudou e assim começa a tirar tudo fora do controle, pois dia após dia ele tem uma obsessão e quer ver ela! Até que em um dia ele entra no corpo de Nathan, que é um cara religioso e ao perceber a visita, acaba por ir de atrás buscando assim explicações e complicando assim a vida de A. 
Você está perto! Está tão perto, e não posso alcançá-la.
A por sua vez tenta o máximo por evitar Nathan, continua a se encontrar com Rhiannon mesmo estando em outros corpos e acaba se apaixonando por ela! Mas ele percebendo o seu erro e resolve por deixar as coisas como estão, seguindo em frente com suas passagens, mas antes decide por deixar a vida de Rhiannon a melhor de todas e assim seguir.


O que posso falar dessa história? Até agora estou sem saber o que dizer.
Se eu pudesse dar uma nota maior para ela eu daria 10 estrelas, pois nunca tinha lido um romance tão bem elaborado assim e sem sombra de dúvidas na minha opinião esse livro se aproxima da escrita de John Green e só como eles não podemos encontrar escritas melhores! Não estou defendendo nenhum dos dois, mas essa é minha opinião e não tenho o que reclamar dessa leitura, sem sobra de dúvidas é demais.


Então é isso! Não deixem de comentar aí em baixo e se for a sua primeira vez aqui no blog: não deixe de seguir, se inscrever no canal, curtir a página do blog lá no Facebook, me seguir no Twitter e me adicionar no Skoob.

No mais é isso! Muito obrigado pela sua atenção e até a próxima. Tchaau.

20 comentários:

  1. eu não sou lá mt fã de J. Green, até agora, dos livros que li dele, só curti Cidades de papel... mas Levithan nunca li, apesar de ver vários elogios com a obra dele... fiquei curiosa com Todo Dia, talvez eu leia qualquer hora dessas, mas não a ponto de passá-lo à frente de algumas [muitas] leituras...
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :D Eu achei igual a do J. Green! Pois é do mesmo enredo e é uma ótima leitura... Leia sem tempo, foi o que fiz. :p
      Bjs

      Excluir
  2. Eu gosto de histórias diferentes assim mas o que vale é o desenvolvimento da narrativa. E pelo o que você falou o livro parece ser fantástico. Vou procurar lê-lo.

    Ótima resenha

    Beto

    blogcoisastriviais.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beto! Essa narrativa é ótima... Você irá gostar.
      E obrigado.

      Excluir
  3. Olá, Marcio.
    Tudo bem?
    Assim como você, também me vi fascinado durante e após a leitura de Todo Dia. Confesso que ainda não li nada novo do autor, por temer essa minha alta expetativa que seja tão bom quanto esse (para ser mais específico, tão incrível quanto). Enfim, estou ansioso para conferi a continuação, espero seguir a mesma linha.
    Ótima resenha, até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renato! Sim e você? Me sinto do mesmo modo que falou, mas quero muito ler outras obras do Levithan e espero que os mesmos não me decepcionem... Volte sempre.

      Excluir
  4. Olá :) Esse livro deve ser ótimo, *-* já faz muito tempo que desejo ler, mas ainda não tive oportunidade. :/
    O livro "Todo Dia" possui uma proposta muito lega,atrativa e diferente, nunca li na parecido, portanto, sinto muita curiosidade. ^^ Adorei a sua resenha! :D Abraço! *-*
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :D Quando puder leia! Eu achei muito bom... Não sei se você irá gostar do modo que gostei.
      :) Bjs

      Excluir
  5. Oi, tudo bem?
    Li um livro do David e amei! Quero muito ler Todo Dia, pois parece ser maravilhoso.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maiara! Sim e você? :D Me fala o que achou do outro dele, pois quero ler um outro dele. Bjs

      Excluir
  6. Olá!
    Faz pouco tempo que conheci esse livro, acho a premissa dele incrível!
    Sempre vejo bons comentários sobre o livro, assim como os teus, e pretendo lê-lo quando houver oportunidade!
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Oi! Muito obrigado... Quando ler me fale sobre sua opinião. Bjs

      Excluir
  7. Oii Marcio.
    Sempre ouço maravilhas desse Livro do David Levitan, mas eu ainda não tive a oportunidade de ler, sei que é o favorito de muitos leitores eu quero lê-lo para comprovar se é tudo isso que falam mesmo kkkk.
    Seguindo e curtindo o blog, dê uma passadinha lá no Leituras da Mary.
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :D Oi Mary! É mesmo achei muito legal e você irá gostar.

      Excluir
  8. Marcio, ainda não li nada do autor, mas a cada resenha que leio é um mar de elogios.
    Tenho muita vontade de ler um livro dele.
    O mundo que ele criou com essa história nada convencional parece ser bem interessante.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Oi Marcio!!!
    Nossa! Fiquei encantada com a história, com certeza procurarei por esse livro. Sua resenha foi a primeira que li sobre ele. Achei a história muito criativa da parte do autor.

    Abraços
    http://www.oraculodeelfos.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii :D
    Já li o livro e tbm foi minha primeira experiencia com Levithan e assim como vc me surpreendi, eu amei o livro e virei fã do autor, mas discordo com vc ao dizer que se aproxima da escrita do Green, na minha opinião ultrapassa a escrita do Green, nil vezes melhor, Green escreve bem sim, porém acho ele modinha.
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehe É mesmo! Mas o importante é que gostamos. :)

      Excluir

©Um baixinho nos Livros - 2017. Todos os direitos reservados. - Criado por: Marcio Silva. - Tecnologia do Blogger. imagem-logo