TAG: Frases de Mãe [Original]

Venha conferir a TAG mais famosa do dia das Mães

Leia mais

Diário de um Cardiopata

Venha conferir alguns capítulos do meu primeiro livro.

Leia mais

Boas Compras

Compre livros e ajude o blog a crescer.

Leia mais

30 julho 2016

Resenha #36: Eu sem você

Olá pessoal! Hoje estou aqui para indicar mais uma leitura para vocês.

Eu sem você
Livro recebido de parceria com a editora
Autora: Kelly Rimmer
Págs: 304
Gênero: Romance
Formato: 16 x 23
Editora: Arqueiro
Lançamento: Junho de 2016
Sinopse: Há um ano, conheci o amor da minha vida. Para duas pessoas que não acreditavam em amor à primeira vista, até que Lilah e eu chegamos bem perto de dizer que isso aconteceu conosco. Eu tinha um bom emprego em uma agência de publicidade e não fazia outra coisa além de trabalhar. Era incapaz de tomar decisões sobre meu futuro e minha casa inacabada e não sabia aproveitar a vida. Até conhecer Lilah. Lilah MacDonald era uma advogada ambientalista linda e decidida – e, para minha surpresa, detestava usar sapatos. Era uma pessoa tão maravilhosa que é até difícil descrevê-la. Nosso relacionamento não poderia ser mais improvável, mas me transformou profundamente. Comecei a enxergar as coisas de outra forma e a redescobrir antigas paixões. Lilah me ensinou a viver outra vez e a aproveitar ao máximo tudo o que a vida tem a oferecer. Ela me proporcionou momentos incríveis, mas também manteve em segredo algo que partiu meu coração. Ainda assim, se há uma coisa que aprendi com Lilah é que o amor pode curar qualquer ferida. Meu nome é Callum Roberts e esta é a nossa história.


Eu sem você é um livro escrito em terceira pessoa e nos conta a história de Callum Roberts e Lilah MacDnonald. Dois adultos perto da meia idade com vidas completamente diferentes que de repente se conhecem em uma balsa e... Bem, acho que o amor está no ar.

Sim, estamos diante de um romance, mas se você espera um romance altamente previsível cheio de dores e dissabores está enganado. Este, embora contenha questões recorrentes à uma boa história de amor tem peculiaridades próprias. 

"Você sabe que a água cobre 70 por cento da superfície da terra, certo? Dê dois passinhos para frente e você poderá fazer parte de algo quase tão grandioso quanto o planeta em si." (p.27)

Quem nos conta a história é Callum, mas temos também alguns capítulos narrados por Lilah. Ela registra alguns fatos em seu diário e neste momento vamos compreendendo o lado dela da história e o porquê de muitas das suas atitudes. 

Cal, era um homem bem-sucedido, funcionário de uma empresa de publicidade, já Lilah era uma advogada ambientalista também muito bem sucedida e, por opção só se alimentava de vegetais.

Mesmo diante de algumas diferenças consideráveis estes dois começam a se aproximar de maneira rápida e de alguma forma insana para quem acaba de se conhecer. E mesmo jurando que não quer se acorrentar a ninguém esses dois vão se enrolando cada vez mais. Callun se descobrindo e Lilah se escondendo, mas um completando a vida do outro. 

"As pessoas são mais felizes quando estão juntas. eu sempre soube disso, mesmo tendo escolhido ficar sozinha nesses últimos anos." (p. 64)

Do livro eu só sabia o título, até que ele chegou às minhas mãos. Sou meio avessa com as sinopses embora saiba de sua importância, mas sempre as leio ao terminar o livro. Quando comecei a leitura de Eu sem você entrei numa espécie de estado de alerta para as coisas simples da vida.  Como falei ali acima temos um romance sim, mas para além disso temos boas reflexões sobre o aproveitamento da vida enquanto ela pode ser vivida. E essa é apenas uma das lições que Lilah e Callum nos trazem. 

"Quando encontra algo que acende uma paixão dentro de você, alguma injustiça, alguma beleza ou... ou... alguma coisa, que você precisa correr atrás, não importa quão grande ou quão pequeno, porque isso é tudo que existe nessa vida. Não há mais nada com que valha a pena perder o seu tempo."(p.81-82)

Fui me aprofundando nas páginas, lendo os pensamentos de Cal e o diário da Lilah e diminuindo o ritmo da leitura, porque eu realmente não queria saber que segredo tão misterioso ela guardava a sete chaves, mesmo já podendo imaginar o que fosse.

Não teve jeito, as páginas foram passando e um misto de paz, alegria e sei lá o que, foram tomando conta de mim e terminei tudo em uma enxurrada só e, até agora, estou tentando compreender o que, realmente, esta leitura significou para mim. Que ela foi significativa eu não tenho dúvidas, mas ainda estou fazendo definições. 

Sei que alguns poderão não gostar porque tem aversão à romances, mas mesmo para este é uma leitura que eu indico. Cal e Lilah também tinham suas aversões aos amores verdadeiros e olha só onde foram parar!? Isso me fez pensar bastante, sabe. 

Acho que às vezes a gente tenta definir demais o certo e errado da vida. E até na literatura vamos colocando empecilhos para nos deleitar nesta ou naquela leitura. Mas acredito que livro é uma questão de encontro. A gente vai se envolvendo e quando vê não para mais. E foi isso que aconteceu comigo durante esta leitura, me envolvi. E gostei bastante do que aprendi! 

Fica aí uma dica para você que quer pensar ou repensar um pouco sobre a vida, para você que gosta e para você que não gosta de romances ou então, para você que quer se envolver, mas ainda não o fez por medo. 


Saudações mais uma vez à editora pelo trabalho impecável. Me apaixonei por esta capa e mais ainda ao longo da leitura. Um conjunto perfeito e a diagramação perfeita que faz a leitura fluir. Gostei bastante! 

Eu sem você é um livro extraordinariamente interessante.

8 comentários:

  1. Nossa que livro tocante!!! Esta frase do livro nos faz refletir em como o amor tudo supera: Aprendemos junto com Callum e Lilah que as diferenças não valem nada quando o amor realmente existe. E eles realmente são muito diferentes, mas quando a gente ama alguém, às vezes precisamos ceder para que dê certo!! Fiquei muito interessada em conhecer esta linda história, em saber qual é o segredo que Lilah escondeu de Callum!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fra! Que bom que gostou, fico muito feliz. ^^

      Excluir
  2. Normalmente eu não curto romances justamente por causa dos clichês e coisas melosas que a maioria apresenta. Mas como você disse que tem coisas diferentes, apesar do que já é comum, vou colocá-lo na minha lista de leitura para quem saber ler mais pra frente.

    Gostei muito da resenha e as citações são bem interessantes, eu amo gosto de citações fortes.

    ResponderExcluir
  3. Oi Marcio e Vanessa,
    Adorei o post e a resenha, me interessei pelo livro, as vezes acabo fugindo de romances por achar alguns deles muito previsíveis, mas pela sua resenha, acho que vou gostar bastante da leitura desse livro.
    Já está na minha lista!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi gente! Este livro mexeu mesmo comigo viu! desde a capa até a última página. Agradecida ao Márcio pela oportunidade de ler e falar sobre esta obra!
    É muito bacana mesmo!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber Vanessa, fico muito feliz. Abs

      Excluir

©Um baixinho nos Livros - 2017. Todos os direitos reservados. - Criado por: Marcio Silva. - Tecnologia do Blogger. imagem-logo