TAG: Frases de Mãe [Original]

Venha conferir a TAG mais famosa do dia das Mães

Leia mais

Diário de um Cardiopata

Venha conferir alguns capítulos do meu primeiro livro.

Leia mais

Booktour: Epicuro em meu jardim

Inscrições Abertas Venham participar

Leia mais

03 abril 2017

Resenha #51: Uma carta de Amor

Olá pessoal! Hoje vim conversar com vocês sobre o livro Uma carta de amor, um romance escrito pelo querido Nicholas Sparks. Penso ser interessante dizer que sempre gostei muito do autor então minhas expectativas sobre a obra estavam mesmo lá nas alturas.

Título: Uma carta de amor
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 288
Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.” Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.
Bem, neste livro somos, primeiramente apresentados à Theresa Osborne, uma moça que foi traída pelo marido e que há três anos tenta superar as feridas provocadas pela traição. Theresa é jornalista e mora m Boston com seu filho Kevin,de 12 anos.

As férias dela estavam chegando e neste ano o filho passaria algumas semanas com o Pai e sua outra família, por isso Theresa aceitou o convite de sua chefe e amiga Deanna para uma viagem à Cape Cod. 

Durante este período nossa personagem reflete muito sobre sua vida e durante uma corrida pela praia logo cedo é surpreendida por uma garrafa arrolhada que tem no seu interior uma folha. algo paarceido com uma mensagem. Vencida pela curiosidade Theresa abre a carta e fica encantada com o que está diante dos seus olhos. 

22 de julho de 1997,
Minha adorada Catherine,

Sinto a sua falta, querida como sempre, mas hoje está sedo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é da nossa vida juntos... 

Os sentimentos descritos ali são tão reais que deixam a moça meio atordoada. Fato logo percebido por Deanna quando a amiga retorna à casa onde estão hospedados. A chefe e seu esposo também ficam encantados com a mensagem e Deanne tem a ideia de publicar a carta na coluna de Theresa no jornal. Theresa discorda no início mas depois se convence de que outras pessoas poderiam ler aquela mensagem. 

Acontece que a partir do momento da publicação, várias pistas sobre  autor da carta, Garrett, começam a concretizar nela uma possível aproximação. E é nesta aventura que Theresa se envolve. depois de algumas pesquisas acaba conhecendo Garret e constrói com ele uma história digamos bem interessante.  


Como disse ali no início eu curto muito os romances do Nicholas, aprecio a forma que ele escreve e o desenvolvimento das histórias. Mas especialmente desta vez eu me cansei um pouco tanto da Theresa quando do Garret. Achei os personagens muito imaturos para a idade que apresentam. 

Consegui curtir bem a história até um dado momento, mas depois fui me dando conta do que estaria por vir e o interesse foi meio que diminuindo. 

Mas mesmo assim, gostei da construção dos dos personagens, tirando a imaturidade que mencionei, o enredo achei mega interessante mas me decepcionei com a forma que Theresa se deixou ser apresentada a Garret. 

Ainda pretendo ler muitas obras do autor e por saber que as interpretações pode ser variadas recomendo sim a leitura para todos que puderem temos uma história bem bonita para descobrir e refletir. 

Não posso ir antes de mencionar que o título e a capa desta obra estão bem interessantes e que têm muito a ver com a história apresentada. 

Vou ficando por aqui!
Até a próxima!

18 comentários:

  1. Da pra acreditar que nunca li um romance dele? kkkk, A muito tempo eu venho tantando ler! Mas a vida não me da oportunidade! Esse livro que vc citou n seria meu primeiro mas gostei da premissa! Quero muito ler Dois a Dois!

    https://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi calebe! Quem diria, mas nunca é tarde para lermos não é mesmo? Esperamos que goste.

      Excluir
  2. Oi Vanessa, tudo bem ?
    Exceto por Um Amor para Recordar, detesto todos os livros dele,ou melhor, todos que li. Tanto que fiz sorteios e ainda farei de diversos livros dele que tenho aqui.
    A expectativa sobre mesmo quando é de um autor que curtimos.
    Gostei da sua resenha, da sinceridade e da classificação que deu, muito justo.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Que pena saber que não curte mais os livros dele, mas obrigado por dar uma passadinha aqui.

      Excluir
  3. Bah, eu realmente não gosto de romances ou do Nicholas Sparks. A dica é sempre válida, mas essa vou deixar passar porque não é pra mim.

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mia! Tudo bem, mas agradeço por ter passado aqui conferir essa postagem.

      Excluir
  4. Oi! Nunca li um livro do Sparks, mas tenho bastante interesse em ler um dia.
    Apesar de achar bem clichê o fato da personagem Theresa conseguir encontrar o dono da mensagem e a "coincidência" de eles ficarem juntos, fiquei bem curiosa pelo desfecho, pois vendo os filmes baseados nas obras do autor os finais costumam surpreender bastante. Vou anotar a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana! Que bom saber que quer ler, esperamos que adore a leitura. :)

      Excluir
  5. Já li muitos livros do Nicholas Sparks e quanto mais eu lia, mais sabia que não era o público alvo. Pena que não foi o que você esperava e os personagens em sua visão são imaturos. Há algum tempo, desisti de ler os livros dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian! Entendo como deve ter sido para não ler mais os livros do autor, mas obrigado por vim aqui conversar sobre essa obra.

      Excluir
  6. Olá Vanessa, também adoro os livros do autor mesmo fazendo bastante tempo que não leio nenhum =/ Enfim, mesmo com os pontos negativos da sua resenha fiquei bem curiosa com o enredo e espero poder lê-lo em breve.

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica! Esperamos que goste da leitura assim que tiver a oportunidade.

      Excluir
  7. Oie
    poxa, faz muito tempo que não leio nada do autor e acho que tenho esse livro na estante com a edição antiga, depois da sua resenha vou ver se dou uma arriscada pra matar a saudade da narrativa dele

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catharina! Esperamos que goste da história.

      Excluir
  8. Oi.

    Faz um bom tempo que não leio nada do tio Nick. Tenho interesse em alguns livros dele que foi lançado ano passado e este ano. Queria muito ter ido na sessão de autógrafos do autos que aconteceu aqui em São Paulo, mas não foi possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Que pena que você não pode ir... Eu tbm não pude por que moro em outro estado. :(
      Mas sempre teremos uma oportunidade não é mesmo? :D

      Excluir
  9. Ai meu Deus! Preciso desse livro... Já estou mega com vontade de ler. :D

    Ótima resenha.

    ResponderExcluir

©Um baixinho nos Livros - 2017. Todos os direitos reservados. - Criado por: Marcio Silva. - Tecnologia do Blogger. imagem-logo